quem e o patriarca?

Confesso que achei o nome bem bosta a princípio. Quando a gente tenta explicar oque significa o nome, nada muito bom vem a mente. Ignorei esse nome, afinal, ele não fala a nossa língua e nem pediu esse nome.

Tudo isso, eu acho, começou na minha adolescência, quando aprendi sobre ele nas aulas de biologia, era quase um conto do Tolkien.

Fast Forward, comecei a ler o livro ‘A vida secreta das arvores’. Comecei ler esse livro já velho, como se fosse uma criança lendo a primeira vez sobre Mitocôndrias ou até mesmo como se os contos do Tolkien fossem verdade e os Ents existissem. A partir dai eu queria conhecer algo magico assim, algo mais velhos e vivo do que todas as coisas que passaram por mim. Foi assim que encontre O Patriarca.

Nem sempre precisa falar

O Patriarca e uma das árvores mais velhas que existe no Brasil. É estimado que ele tenha entre 600 a 1000 anos de idade. E um arvore que fica no que sobrou da mata atlântica, no Parque Pirassununga. A visita ao patriarca só é feita através de um guia do parque. Achei que iria ser um dia magico, mas a guia estava tirando a gente da cidade da bolha, mostrou que as coisas não estavam bem, seca, caçadores, fogo, desmatamento e o pacote completo.

Na trilha de 1Km, a guia foi mostrando e contando a riqueza que tem ou tinha a mata, foi foda. O caminho todo ela foi nos avisando para tomar cuidado com os buracos do caminho, por que a gente podia cair ou ser mordido por algum animal ali. Quando a gente estava desviando de um buraco, quase que uma cena de filme até, O Patriarca apareceu, nem tinha como não ser visto. Uma árvore que eu nunca imaginei existir além dos filmes de aventura e SCI-FI.

E foi assim que me senti pequeno.

Na volta, corremos ao ouvir um som de uma Patriarcaonça no mato, parecia um avião